Sincomat

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

91º DP Ceasa-informa

91dp
 
Dr. Luiz Cláudio Ferretti, Delegado Titular do 91º Distrito Policial-Ceasa
 
Muitas ocorrências são registradas nas Delegacias de Polícia da Capital, versando sobre crimes ocorridos no interior, na saída de agências bancárias e durante o manuseio de caixas eletrônicos.

Tais delitos devem-se principalmente à falta de atenção das vítimas.

Na prática, algumas medidas preventivas podem ser adotadas pelo cidadão, visando diminuir ou evitar o risco de se tornar nova vítima.

 Nos Caixas Eletrônicos e nas Agências:

a) ao utilizar tais equipamentos, prefira o horário de expediente bancário;

b) nunca forneça seus dados a ninguém ou por telefone (desculpa de se confirmar seu cadastro);

c) Não tenha vergonha em observar o equipamento e principalmente o local de entrada dos cartões magnéticos e envelopes (local onde são colocados dispositivos visando o golpe). De maneira tranquila, force com a mão tais locais, verificando se há alguma movimentação. Na maioria das vezes, tal procedimento consegue detectar dispositivo criminoso. Sendo constatado, acione a segurança da agência;

d) se seu cartão for "engolido" ou ficar "preso" na máquina, não aceite ajuda de estranhos. Procure um funcionário do Banco devidamente trajado e identificado. Nesses casos, muitas vezes, pessoa desconhecida lhe oferece um encate do "Banco" ou pede para o cliente ligar para o número do telefone de contato, que eles colam sobre o verdadeiro telefone de contato do "Banco". Este número colado normalmente é um número de telefone celular ou fora de área.

e) nunca digite sua senha na presença de estranhos, se necessário, solicite ajuda de funcionário devidamente identificado.

saida_de_banco

Na saída de Bancos

a) evite efetuar saques de quantias médias e altas;

b) muitos comerciantes realizam o pagamento dos funcionários usando de tal conduta, ou seja, mandam um funcionário sacar o valor para pagamento, sendo esta a mais usual vítima dos criminosos. Procure mudar tal procedimento e usar outras formas para diluição do pagamento e valores;

c) evite o máximo tal conduta, pois este crime é violento e normalmente realizado com uso de arma de fogo. Não sendo possível, recomenda-se o reforço da segurança do sacador ou a divisão do valor em mais pessoas que deverão seguir caminhos diversos;

d) observe a presença de pessoas na parte interna da agência, no estacionamento (local comum de abordagem) e principalmente de indivíduos usando motociclos e capacetes. Se ao sair de uma agência após efetuar saque vultoso, perceber que seu veículo está sendo seguido por motos, procure uma viatura policial ou local protegido e de movimento.

Serviço de utilidade pública do 91º Distrito Policial Ceasa
Av. Dr. Gastão Vidigal, 307, Vila Leopoldina, São Paulo, SP
Telefones (11) 3831-4916   (11) 3831-6602
Matéria publicada em 11/2/2012

Comentários  

 
0 #1 Lindinalva 30-06-2014 08:38
Gostaria de saber, quando uma pessoa encontra-se preso, chegando ao arrependimentos dos atos inlegais, deseja assim pedir perdão para a vitima é licito e aceitavel. Escrevendo uma carta, pedindo perdão é um direito. se sim mas como conseguir o endereço ou E-Mail, para escanear, responda-me por favor.Obrigada desde já.

RESPOSTA: Consulte um advogado.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Você está aqui: Home