Sincomat

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size

O cerco se fecha no Entreposto Terminal de São Paulo-ETSP

Um passeio para quem não conhece o Entreposto (assista ao vídeo)

Restrição de tráfego de caminhões nas marginais Tietê, Pinheiros e avenida Bandeirantes

Pressão imobiliária e verticalização na Vila Leopoldina

 
Sucateamento dos Pavilhões do ETSP, com mais de 40 anos sem reforma
 
Instalações elétricas e de telefonia inadequadas
 
E, principalmente, a conclusão do trecho norte do Rodoanel previsto para 2015, com a possibilidade da retirada de 10 mil caminhões do entorno do ETSP, formam um cerco que se fecha contra os comerciantes atacadistas que há 40 anos se empenham em manter o abastecimento de alimentos e flores para todo o país.

Hoje, como no passado recente, em que se anunciou várias vezes a mudança do ETSP, esses comerciantes, equivocadamente chamados de permissionários, não têm segurança nenhuma da sua situação jurídica.

Mas na realidade, permissionário é sinônimo de locatário, e não existe a categoria econômica de locatário ou permissionário.

Por essa razão foi criado o Sincomat-Sindicato do Comércio Atacadista de Hortifrutigranjeiros e Pescados em Cetrais de Abastecimento de Alimentos no Estado de São Paulo, para garantir o direito ao fundo de comércio aos comerciantes da Ceagesp.

FUNDO DE COMÉRCIO

Todo comerciante, mesmo na Ceagesp, tem direito ao fundo de comércio constituído pela sua clientela, instalações, qualidade da mercadoria, etc.

Quando a Ceagesp licita uma área, recebe o lance em dinheiro, que é o fundo de comércio que pertence ao comerciante que trabalhou e assumiu todo o risco do negócio para criar este valor agregado, materializado no lance ofertado. A Ceagesp apenas locou o espaço, nada contribuiu para esse fundo de comércio.

Mas para se conseguir isso, a primeira coisa é não se intitular como "permissionário", será necessário a adesão de todos os comerciantes atacadista da Ceagesp ao Sincomat como comerciantes atacadistas de hortifrutigranjeiros e pescados. Somente "comerciante" pode pleitear o direito ao fundo de comércio, "permissionário" não tem direito a nada.

Se você concorda com esses objetivos, faça a sua adesão e convide seus amigos e vizinhos para aderirem ao Sincomat.
Envie um e-mail de adesão com seus dados para
Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.  

 

Comentários  

 
0 #1 carlos 07-12-2011 09:16
este sindicato de voces esta legalmente registrado?
já que temos outro sindicato no entreposto.

RESPOSTA: Prezado Carlos, o Sincomat já está registrado de acordo com a legislação vigente.
Quanto ao fato de ter outro sindicato no Entreposto da Ceagesp, basta você verificar no seu CNPJ e vai constatar que "permissionário" não é categoria econômica. Sua categoria é de comerciante e foi para corrigir esse erro que se fundou o Sincomat.
Estamos à sua disposição para maiores informações e agradecemos a sua preocupação.
Citar
 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar

Você está aqui: Home